Redes Sociais


Goianésia - Saúde Pública

Família desolada: Rapaz internado na UPA de Goianésia à espera de atendimento acaba de morrer

Divulgação

Ronan Galvão foi hospitalizado na UPA, aguardou por atendimento em estado grave, mas a vaga na UTI não saiu e hoje, ele acabou morrendo

A família pediu ajuda ao CGTV no início desta semana, quando tentamos falar com o Secretário de Saúde, mas ele não nos atendeu e hoje, sexta-feira, a irmã e a prima de Ronan Galvão entrou em contato novamente com nosso jornalismo, desta vez, não para pedir ajuda, mas somente para agradecer o apoio.

Com pneumonia, sem atendimento em UTI e internado na UPA desde segunda-feira, Ronan não resistiu à espera e morreu. Mais uma vítima do descaso da Saúde Pública.

Ronan Galvão aguardou de segunda-feira até esta sexta por uma vaga em UTI. Ele estava hospitalizado na UPA, onde, segundo a família, chegou a faltar medicamentos para o tratamento do rapaz.

Por telefone, o choro dolorido e inconformado da prima de Ronan causou tristeza em nossa equipe que lamenta a morte de mais uma pessoa dentro da Unidade de Pronto Atendimento.

Resposta fria faz família sofrer ainda mais

Enquanto mais uma pessoa comum perdeu a vida pelo fato da iniciativa pública não ter condições de atender aos cidadãos, a Prefeitura justifica de maneira fria que não conseguiu uma vaga para o paciente. Quanto à UTI do Hospital São Carlos que terá 10 leitos e 5 destinados à atendimentos pelo SUS, a resposta técnica também é gélida e não conforma o coração dos familiares de Ronan Galvão.

Comente esta notícia