Redes Sociais

Leitura Dinâmica

Ele pensou... construiu e nós, hoje, comemoramos, 64 anos!
Artigo publicado em: 24/06/2017
Compartilhe

24 de junho de 2017. As terras do calção de couro perderam as ruas de chão, os carros de bois; brotaram casas aqui, ali, acolá. O povo mudou, a paisagem mudou, a vida mudou, mas o sonho de um homem se realizou, talvez, mais do que ele próprio havia pensado.

Como seria se Laurentino Martins pudesse chegar hoje à Goianésia e lá da entrada sul da cidade, olhando para a Avenida Goiás, o que será que ele diria? Será que era isso mesmo que ele pensou em construir? De fato, o sonho do visionário aconteceu.

A história de Goianésia tem vários nomes, mas este é o especial: Laurentino Martins Rodrigues; homem de visão alongada que teve ao seu lado uma guerreira que o ajudou a dar os primeiros passos da nossa cidade, a Berchiolina Rodrigues, a Dona Fiíca.

Neste sábado, Goianésia comemora 64 anos de existência como cidade e, talvez, por obra do destino, o administrador desse lugar é exatamente o bisneto daquele que um dia pensou a Princesa do Vale.

64 anos; a cidade evoluiu, cresceu e atraiu empresas como Usina Goianésia e Cooperalcool que logo se tornou Jalles Machado; logo depois, Codora e agora Zotye e até mesmo grupos empresariais de outros países que olhando para a criação de Laurentino Martins enxergaram a oportunidade de renda em uma localização de fácil acesso.

Hoje somos uma cidade grande, com várias oportunidades e toda essa grande construção só existe porque temos uma base sólida, forte e que foi pensada por quem há 64 anos enxergou o que agora estamos vivendo.

Parabéns, Goianésia e ao seu povo. Parabéns à filha de Laurentino Martins!

Comente este artigo