Redes Sociais

Leitura Dinâmica

Carro bomba ou mexânicos?
Artigo publicado em: 18/04/2017
Compartilhe

Confesso que sempre gostei de carros importados. Além de oferecer mais conforto, eles, na hora da compra, são bem mais baratos que os nacionais. Mas, para quem mora nas cidades do interior, o sofrimento começa quando você precisa fazer manutenção no veículo e aí você procura as mais renomadas oficinas acreditando que lá existam mecânicos ou responsabilidade por parte dos proprietários das oficinas.

Pelas oficinas de Goianésia, dizem que o melhor carro é o Gol (???!!!). Engraçado isso. Engraçado e curioso porque um dos carros com mecânica mais fácil de se fazer é exatamente o que os mexânicos acham o melhor veículo. Se o Gol é o melhor veículo, então porque os bacanas da cidade andam de Mitsubish, Citroen, Renault, Honda e outros? Será que quem administra bem seus bens sempre opta por carros “bomba”?

Não. Não existe carro bomba, o que existe são pessoas desqualificadas e sem ferramentas. Essas marcas citadas acima são excelentes e o problema está em quem promete fazer a manutenção do seu veículo importado.

Conheço caso de um proprietário de uma Mercedez que foi em uma oficina em Goianésia para verificar uma avaria em seu veículo e recebeu a notícia de que era preciso retificar parte do motor e que demoraria alguns dias, além de custar uma bagatela em torno de R$ 3 mil. Desconfiado e já sabendo da fama deste mexânico, considerado um dos melhores da cidade, o proprietário do carro resolveu ir até Anápolis e acreditem: ele trocou o jogo de velas e resolveu o problema do carro. Custo? Algo em torno de R$ 130.

Goianésia está evoluindo e existem bons profissionais em muitas áreas, mas os mexânicos ainda resistem na lista dos melhores profissionais, enganando o povo e oferecendo serviços de péssima qualidade. Sim, esse é um desabafo, mas que tenho certeza que não é somente meu, mas de muitos goianesienses que são vítimas destes “profissionais”. Existem bons profissionais nesta área, mas também existem muitos mexânicos, escondidos dentro de espaços conhecidos na cidade. Abra o olho na hora de consertar seu importado ou até mesmo seu nacional; também já vi peripécias com carros conhecidos.

Fica a dica aos mexânicos. Se não entende de mecânica de carro importado ou outro nacional, não pegue o serviço. Não existe carro bomba, existem mecânicos sem qualificação que tentam depreciar seu bem porque eles não conseguem resolver seu problema.

Comente este artigo